Lucro líquido da Microsoft cai 2,4%

A Microsoft Corp. registrou queda de 2,4% no lucro no terceiro trimestre fiscal encerrado em 31 de março, para US$ 5,11 bilhões, de US$ 5,23 bilhões no mesmo período do ano passado. Os ganhos por ação caíram de US$ 0,61 para US$ 0,60 refletindo o enfraquecimento nas vendas de seus negócios de entretenimento, embora a receita tenha aumentado em seus outros segmentos. A receita total da empresa subiu 6%, para US$ 17,41 bilhões. Analistas ouvidos pela Thomson Reuters previam lucro por ação de US$ 0,57 e receita de US$ 17,18 bilhões.

PATRÍCIA BRAGA, Agencia Estado

20 de abril de 2012 | 08h26

As despesas totais com operação subiram 2,9%. As divisões Windows and Windows Live registraram aumento na arrecadação de 4% e alta nos lucros de 5,7%.

O fortalecimento continuado das vendas do Office e de produtos da Microsoft para empresas ajudaram a amortecer o impacto que a empresa sofreu com a redução nas vendas de computadores pessoais. Em janeiro, a empresa advertiu que a falta de drives de disco rígido, resultado das inundações na Tailândia, pressionaria novamente os embarques de PC no terceiro trimestre.

Na divisão de negócios, que lucra mais com as vendas do Office, as vendas subiram 9,1% porque os lucros cresceram 14%. Na divisão de entretenimento e aparelhos, que desenvolve o videogame Xbox, a queda nas vendas foi de 16% devido ao enfraquecimento no mercado de consoles.

Nos serviços online, a receita subiu 6%. A Microsoft investiu pesadamente nesta unidade. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Microsoftbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.