Lucro líquido do CME Group cresce 8% para US$ 293,7 milhões

O CME Group, maior grupo operador de bolsas de futuros dos Estados Unidos, reportou nesta quinta-feira que o lucro líquido do segundo trimestre cresceu 8 por cento, para 293,7 milhões de dólares. A empresa pretende continuar cortando gastos até o fim do ano.

REUTERS

28 de julho de 2011 | 10h35

A receita da empresa teve alta de 3 por cento para 838,3 milhões no trimestre, enquanto os gastos operacionais caíram em 4 milhões de dólares, para 304 milhões.

A expectativa da pesquisa com analistas da Thomson Reuters I/B/E/S era de um lucro de 4,17 dólares por ação ante o total de 4,38 dólares por ação reportados pela companhia.

O grupo CME contabilizou uma média de 13,5 milhões de contratos por dia no segundo trimestre do ano, praticamente a mesma quantidade registrada no mesmo período de 2010.

A companhia espera fechar o ano com gastos operacionais totais de 1,235 bilhão de dólares, valor inferior aos 1,26 bilhão de dólares em gastos no ano passado.

(Por Ann Saphir)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASCMERESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.