Lucro líquido no 1º semestre é recorde na história do BB

O lucro líquido do Banco do Brasil no primeiro semestre, de R$ 10 bilhões, é recorde na história da instituição. A informação é de Ivan de Souza Monteiro, vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do BB.

ALINE BRONZATI, Agencia Estado

13 de agosto de 2013 | 10h52

De abril a junho, a instituição apresentou lucro líquido ajustado de R$ 2,634 bilhões no segundo trimestre deste ano, declínio de 11,8% ante a cifra registrada no mesmo intervalo do ano passado, de R$ 2,986 bilhões. A instituição também anunciou lucro líquido de R$ 7,472 bilhões no período, aumento de 148,4% em 12 meses, influenciado pela venda das ações da BB Seguridade.

Em coletiva de imprensa, o presidente do BB, Aldemir Bendine, disse que o semestre marca a estratégia que o banco adotou há cinco anos quando fez reorganização societária e mudança de atuação no ramo de seguros. "Fizemos o maior IPO do mundo em um momento que o cenário estava bastante adverso, com uma crise externa enorme. Isso prova a credibilidade do banco", destacou ele.

A BB Seguridade levantou cerca de R$ 14 bilhões na sua abertura de capital, feita em abril.

Tudo o que sabemos sobre:
BBlucro líquidorecorde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.