Lucro líquido Whirlpool sobe para US$ 198 milhões no 2ºtri

O lucro líquido da Whirlpool Corporation subiu para US$ 198 milhões (US$ 2,44 por ação) no segundo trimestre deste ano, de US$ 113 milhões (US$ 1,43 por ação) no mesmo período do ano passado. A receita passou para US$ 4,7 bilhões, de US$ 4,5 bilhões, na mesma comparação. Excluindo o impacto do câmbio externo e dos créditos fiscais no Brasil, as vendas aumentaram cerca de 6%.

Agencia Estado

19 de julho de 2013 | 08h49

Em termos ajustados, o lucro por ação subiu para US$ 2,37, de US$ 1,55 um ano antes, principalmente por causa da receita maior e de benefícios gerados por iniciativas de redução de custo e capacidade.

A companhia elevou as projeções para o desempenho de suas operações no futuro, citando "tendências subjacentes fortes nos negócios". O lucro por ação neste ano deve ficar entre US$ 10,05 e US$ 10,55 e o lucro ajustado por ação está previsto entre US$ 9,50 e US$ 10,00. Anteriormente a Whirlpool previa lucro por ação de US$ 9,80 a US$ 10,30 e lucro por ação ajustado de US$ 9,25 a US$ 9,75.

A unidade da empresa na América Latina teve alta de 6% nas vendas no segundo trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. Excluindo o fator cambial e os créditos fiscais no Brasil, as vendas da unidade aumentaram 8%. A Whirlpool atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.