Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lucro na FedEx no 1o trimestre cresce; previsão para 2012 cai

A FedEx teve um lucro trimestral ligeiramente acima das previsões, mas cortou a previsão para o ano por conta do preço do combustível e do moderado crescimento da economia global.

REUTERS

22 de setembro de 2011 | 12h11

"As economias dos Estados Unidos e do mundo cresceram a taxas menores que as previstas", afirmou o vice-presidente financeiro, Alan B. Graf, em comunicado nesta quarta-feira.

Analistas esperavam que a companhia fosse revisar para baixo suas previsões de lucro com base nos mercados doméstico e internacional.

A FedEx disse que o resultados superaram o impacto do fraco crescimento econômico, que reduziu os volumes, e anunciou mais aumentos nas taxas de serviço.

A companhia aumentará os preços em uma média de 3,9 por cento para remessas dentro dos Estados Unidos, assim como de exportação e importação no país. A mudança vale a partir de 2 de janeiro.

A segunda maior companhia de entregas no mundo teve um lucro de 464 milhões de dólares no primeiro trimestre fiscal, ou 1,46 dólar por ação, contra 380 milhões de dólares, ou 1,20 dólar por ação um ano antes.

Analistas esperavam, em média, um lucro de 1,45 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A companhia cortou a previsão de lucro no ano fiscal de 2012 para a faixa de 6,25 dólares a 6,75 dólares, contra a estimativa de 6,35 dólares a 6,85 dólares feita em junho.

A receita subiu 11 por cento, para 10,52 bilhões de dólares no trimestre que acabou em 31 de agosto, ante 9,46 bilhões de dólares um ano antes. A previsão em média, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S, era de 10,32 bilhões de dólares.

(Por Lynn Adler)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASFEDEX*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.