Lucros de Dow Chemical e Colgate sobem no 3º trimestre

AstraZeneca, segunda maior fabricante de medicamentos dos país, anunciou uma queda de 27% no lucro

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de outubro de 2010 | 11h25

A empresa química norte-americana Dow Chemical anunciou nesta quinta-feira um crescimento do seu lucro ajustado no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2009, embora seu lucro líquido tenha recuado no período. Já a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca afirmou que seu lucro líquido diminuiu no período, enquanto a norte-americana Colgate-Palmolive reportou um aumento do lucro líquido.

Às 11h (de Brasília), as ações da Dow Chemical subiam 1,28% no pré-mercado em Nova York, enquanto as da Colgate-Palmolive recuavam 1,26%, afetadas pela projeção da companhia de que o crescimento do seu lucro por ação irá desacelerar em 2011. Na Bolsa de Londres, os papéis da AstraZeneca recuavam 3,51%.

A Dow Chemical afirmou que seu lucro líquido recuou 25% no terceiro trimestre, para US$ 597 milhões, ou US$ 0,45 por ação, de US$ 796 milhões, ou US$ 0,63 por ação no mesmo período do ano passado, devido ao impacto de desinvestimentos. O lucro ajustado da companhia, que exclui operações descontinuadas e outros itens, aumentou para US$ 0,54 no terceiro trimestre, de US$ 0,24. A receita avançou 6,8%, para US$ 12,87 bilhões. Excluindo os desinvestimentos, a receita aumentou 23%, com um alta de 14% do volume de vendas e um aumento de 9% dos preços. Os analistas ouvidos pela Thomson Reuters esperavam um lucro ajustado de US$ 0,41 e uma receita de US$ 12,81 bilhões.

No Reino Unido, a AstraZeneca, segunda maior fabricante de medicamentos dos país, anunciou uma queda de 27% no lucro líquido, com o forte desempenho nos mercados emergentes e as vendas de medicamentos essenciais, como o Crestor, usado no tratamento de colesterol, sendo minadas pela concorrência dos genéricos nos EUA, custos de reestruturação e altos encargos legais relacionados a processos judiciais. O lucro líquido da companhia caiu para US$ 1,55 bilhão, de US$ 2,12 bilhões. Os analistas esperavam um lucro líquido de US$ 1,76 bilhão.

Já a Colgate-Palmolive reportou uma alta de 4,9% no seu lucro líquido no terceiro trimestre, para US$ 619 milhões, ou US$ 1,21 por ação, de US$ 590 milhões, ou US$ 1,12 por ação no mesmo período do ano passado. A receita da companhia recuou, contudo, 1,5%, para US$ 3,94 bilhões. Os analistas esperavam um lucro de US$ 1,19 por ação e uma receita de US$ 4,03 bilhões.

As informações são da Dow Jones. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.