Lula defende "permanente diálogo" com Legislativo

Quito, 25 - Durante sessão solene extraordinária do Congresso Nacional do Equador, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez uma defesa do trabalho do Congresso brasileiro ao afirmar, em discurso, que para levar a bom termo as reformas constitucionais, é fundamental uma relação de confiança e respeito entre o Executivo e Legislativo. "Somos favoráveis a um permanente diálogo acerca das posições negociadoras conduzidas pelo Executivo", disse. "Isto não enfraquece o presidente. Ao contrário, dá-lhe a legitimidade do apoio popular", completou. Em seu discurso, o presidente afirmou que o Brasil tem se empenhado em todas as negociações comerciais para a ampliação do livre comércio. "Não podemos conviver com práticas comerciais injustas, contraditórias e muitas vezes hipócritas. Não queremos depender de arranjos privilegiados com países desenvolvidos que distorcem o sistema internacional e nos condenam a eterna dependência de concessões desiguais e incertas", observou o presidente. Lula fez uma caminhada pelo centro histórico de Quito e foi muito aplaudido por populares. Ele ganhou até um chaveiro de uma dona de loja. (Vera Rosa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.