Lula: não aceito tese de que bicombustível ocupa área de alimento

Brasília 28 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse há pouco em discurso que não aceita o argumento de que os biocombustíveis vão ocupar a área de produção de alimentos. "Eu não aceito o argumento de que os biocombustíveis vão ocupar a Amazônia", afirmou Lula, referindo-se às críticas ao produto pelos presidentes da Venezuela, Hugo Chávez, e de Cuba, Fidel Castro. "Temos de ter a consciência de que a agricultura ganha mais importância com os bicombustíveis", ressaltou Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.