Lula pode anunciar abertura do mercado indonésio para carne

Presidente chega nesta sexta a Jacarta e pode fechar acordo para abrir mercado, dizem fontes

Alexandre Inacio, da Agência Estado,

11 de julho de 2008 | 19h30

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega nesta sexta-feira, 11, a Jacarta, na Indonésia, juntamente com um grupo de empresários brasileiros para uma visita de aproximação comercial com o país asiático. Entre as novidades que poderão ser anunciadas pelo presidente brasileiro neste sábado está, possivelmente, a abertura do mercado indonésio para a carne bovina brasileira, de acordo com fontes do mercado. De acordo com as fontes, o potencial importador da Indonésia seria superior a 450 mil toneladas por ano. Atualmente, o país importa cerca de 50 mil toneladas de carne in natura e outras 400 mil toneladas em gado vivo para que o abate seja realizado internamente, seguindo os padrões islâmicos. "Num primeiro momento o Brasil atenderia o mercado com 60 mil toneladas, mas teria plenas condições de aumentar a participação, já que várias plantas já realizam o abate halal", disse uma fonte. A provável autorização para importação de carne in natura do Brasil vem depois de uma missão de técnicos do ministério da Agricultura da Indonésia esteve no Brasil no início de março, acompanhada pelo próprio ministro, Anton Apriyantono. A ordem do presidente Susilo Bambang Yudhoyono era para encontrar novos fornecedores de alimentos, com objetivo de conter a alta dos preços internos da Indonésia. A confirmação da abertura de um novo mercado poderia dar ainda mais sustentação aos preços da carne bovina, tanto no mercado interno quanto no externo. No mercado doméstico, a arroba do boi gordo é negociada atualmente a um valor médio de R$ 94,24 e acumula apenas neste ano uma valorização de 78,5%.  No caso do mercado externo, os últimos dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) mostram que de janeiro a maio os embarques de carne bovina chegaram a US$ 2,06 bilhões, aumento de 10,4% em comparação ao mês anterior. Com um volume de 920,6 mil toneladas exportadas nesse período, o preço médio da carne brasileira está acima de US$ 2,2 mil por tonelada, um dos mais elevados do mundo.

Mais conteúdo sobre:
CarneLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.