Madoff é tratado de ferimentos no rosto e nas costelas, diz TV

O ex-gestor de investimentos Bernard Madoff, preso após orquestrar uma fraude de dezenas de bilhões de dólares, foi hospitalizado no fim da semana passada e tratado de fraturas nas costelas e ossos da face e de um pulmão que falhou, segundo reportagem no site de um canal de TV local em Raleigh, na Carolina do Norte.

REUTERS

24 de dezembro de 2009 | 16h12

Os ferimentos, de acordo com a matéria, que citou fontes não-identificadas, pareciam ser produto de agressão em tentativa de assalto.

Madoff, de 71 anos, foi tratado no hospital da Duke University no fim da semana passada e foi liberado no começo desta semana, de acordo com o canal de TV.

Uma porta-voz da Agência Federal Carcerária recusou-se a comentar o assunto.

O advogado de Madoff não estava imediatamente disponível para comentários.

Na quarta-feira, a Agência Federal Carcerária confirmou que Madoff foi transferido para a unidade médica da prisão onde ele está. Contudo, não explicou os motivos da transferência.

Madoff está servindo uma sentença de 150 anos no Complexo Correcional Federal Butler na Carolina do Norte, depois de admitir a culpa numa fraude que causou perdas de 65 bilhões de dólares.

(Por Joe Rauch; reportagem adicional de Jeremy Pelofsky em Washington)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASMADOFF*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.