Magnesita vai expandir capacidade de unidade nos EUA

A Magnesita Refratários divulgou hoje que planeja expandir a capacidade da sua unidade em York, no Estado norte-americano da Pensilvânia, em 28 mil toneladas. Segundo comunicado, o investimento vai servir principalmente para aumentar a produção de tijolos refratários básicos.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

12 de setembro de 2011 | 10h32

A companhia afirmou que os trabalhos de engenharia e infraestrutura já começaram, e a primeira de duas novas prensas será instalada no fim do terceiro trimestre de 2012. Essas prensas vão ajudar na introdução de uma nova linha de produtos MAC (magnésia-alumina-carbono), para revestimentos de panelas de aço, e atenderão à crescente demanda por produtos de dolomita e magnésia-carbono. A empresa informou ainda que vai elevar suas reservas de magnesita de alta qualidade em Brumado (Bahia) para atender à maior demanda por matéria-prima da unidade de York.

"A Magnesita está comprometida com o crescimento na região da América do Norte. Com esse investimento, nós vamos continuar a expandir nossa oferta de produtos e soluções refratárias, atendendo às crescentes necessidades dos nossos clientes locais da indústria e da siderurgia", afirmou o diretor de operações James Piraino. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MagnesitaproduçãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.