Mantega prevê IED de US$ 65 bilhões em 2011

Número está significativamente acima da projeção de US$ 55 bilhões feita pelo Banco Central

Fábio Graner e Daniela Amorim, da Agência Estado,

26 de maio de 2011 | 14h35

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que espera um ingresso de US$ 65 bilhões de Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil em 2011. O número está significativamente acima da projeção de US$ 55 bilhões feita pelo Banco Central (BC) para este ano, mas pouco além dos cerca de US$ 63 bilhões do resultado acumulado em 12 meses até abril. Mantega participou hoje da abertura do Fórum do Fundo Monetário Internacional (FMI), no Rio de Janeiro.

Segundo ele, as medidas adotadas pelo governo para conter os fluxos de capitais estão sendo bem sucedidas em seu objetivo de evitar uma sobrevalorização do real e um excesso de entrada de dólares, sem impedir os investimentos direcionados ao Brasil. Mantega argumentou que, enquanto não houver reforma no sistema das finanças internacionais e os países desenvolvidos não crescerem mais rapidamente, os países emergentes e o Brasil têm que se defender dos fluxos excessivos.

Tudo o que sabemos sobre:
MantegainvestimentoIEDcâmbioFMI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.