Mantega será novo presidente do conselho da Petrobras

O novo conselho de administração da Petrobras será presidido pelo ministro da Fazenda Guido Mantega, no lugar de Dilma Rousseff, conforme aprovado em assembleia geral ontem. A indicação já havia sido aprovada na reunião do conselho de administração da estatal em março. No conselho entrou o recém-nomeado ministro de Minas e Energia, Marcio Zimmermann.

EQUIPE AE, Agencia Estado

23 de abril de 2010 | 08h30

Além de Mantega e Zimmermann, o conselho conta com: Francisco Roberto de Albuquerque, José Sérgio Gabrielli (presidente da estatal), Luciano Coutinho (presidente do BNDES), Sergio Franklin Quintella e Silas Rondeau, como representantes do acionista controlador, a União. Como representante dos acionistas minoritários ordinaristas está Fabio Colletti Barbosa, e dos preferencialistas, Jorge Gerdau Johannpeter.

A assembleia aprovou ainda aumento do capital social por incorporação de parte de reservas de capital e de reservas de lucros, no montante de R$ 6,142 bilhões. Com isso, o capital social da estatal é elevado de R$ 78,967 bilhões para R$ 85,109 bilhões, sem modificação do número de ações ordinárias e preferenciais. Foi aprovada também a renúncia ao direito de preferência da Petrobras na subscrição de ações na Quattor Participações, na aquisição pela Braskem da participação detida pela União de Indústrias Petroquímicas (Unipar) na Quattor.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoPetrobrasconselhoMantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.