Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Marfrig fecha venda de ativos na Argentina no valor de US$ 75 milhões

Negócio foi feito com a empresa Black Bamboo Enterprises, ligada ao Grupo Foresun, da China

Luana Pavani e Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2016 | 15h23

SÃO PAULO - A Marfrig fechou com a empresa Black Bamboo Enterprises S.A., ligada ao Grupo Foresun, da China, a venda da maior parte das unidades na Argentina, por US$ 75 milhões.

São unidades frigoríficas - Hughes, na Província de Santa Fé; Vivoratá, em Buenos Aires; e Unquillo, em Córdoba - e uma de confinamento - Monte Ralo, em Córdoba. Conforme comunicado divulgado nesta quarta-feira, 6, apenas a unidade de Hughes está operacional e é a primeira a ser entregue. A Marfrig diz que foi paga hoje a primeira fase, de US$ 34 milhões, e o restante ocorrerá em até 12 meses, com a entrega das demais unidades.

A Marfrig continua operando a unidade frigorífica de Villa Mercedes, na Província de San Luis.

Em teleconferência com investidores estrangeiros no final de fevereiro, o diretor-presidente global da Marfrig Global Foods, Martin Secco, havia informado que a venda das unidades na Argentina estava prestes a ser concluída e que considerava realizar a transação por etapas. Segundo ele, a mudança de governo na Argentina atrasou o processo de aprovação, necessária para a venda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.