AFP
AFP

McDonald's Japão registra queda de 12,3% nas vendas em novembro

Filial ainda sofre efeitos da crise de segurança alimentar envolvendo fornecedor chinês e projeta prejuízo líquido no ano

O Estado de S. Paulo

08 Dezembro 2014 | 10h46

TÓQUIO - O McDonald's do Japão anunciou nesta segunda-feira, 8, que as vendas caíram 12,3% em novembro, na comparação com igual mês do ano passado. O resultado mostra que a rede de fast-food ainda é impactada pela crise de segurança alimentar na China, envolvendo fornecedores de carne.

"Não houve melhora real nas vendas, apesar de termos como prioridade a conservação da confiança dos clientes", afirmou a empresa, em nota. Em outubro, as vendas no país haviam recuado 17,3%, na comparação anual.

A empresa ainda não conseguiu acabar com o impacto do problema envolvendo um fornecedor de carne da rede, a Shanghai Husi Food, controlado pelo grupo OSI, dos EUA. A imprensa local acusou a Shanghai Husi de vender intencionalmente carne vencida para restaurantes.

Em novembro, o McDonald's do Japão relatou prejuízo líquido de 9,4 bilhões de yuans no período entre julho e setembro. A companhia também espera prejuízo líquido de 17 bilhões de yuans no ano comercial atual, que se encerra em dezembro. No ano passado, o McDonald's registrou lucro líquido de 5,14 bilhões de yuans. Se a previsão for confirmada, esta será a primeira vez em 11 anos que o McDonald's Japão irá registrar prejuízo líquido. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
McDonaldsbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.