McDonald's lança campanha para desmentir questões pouco apetitosas

McDonald's lança campanha para desmentir questões pouco apetitosas

Gigante do fast food inicia campanha em seus principais mercados para explicar por que seus hambúrgueres talvez não apodreçam e provar que não há minhocas ou vermes na carne

Candice Choi, Associated Press

14 de outubro de 2014 | 10h59

 

A maior cadeia de hambúrgueres do mundo vai enfrentar questões nada apetitosas como parte de uma campanha americana para combater a percepção do público segundo a qual a lanchonete serve "frankenbúrgueres".

A empresa lançou campanhas semelhantes no Canadá e na Austrália e informou que pretende trazer a iniciativa para o seu principal mercado.

A medida ocorre como parte da luta do McDonald's para melhorar o desempenho nos Estados Unidos, onde as vendas tiveram queda de 1,5% nas lojas mais tradicionais durante o trimestre mais recente, após queda de 0,2% no ano passado. 

Além da concorrência mais acirrada, o McDonald's tenta acompanhar as mudanças na preferência do público, e alternativas como o Chipotle oferecem seus alimentos como opções mais saudáveis.

Para melhorar a imagem da sua comida, o McDonald's lançou recentemente wraps de frango com fatias de pepino e a opção de substituir a clara dos ovos nos sanduíches para o café da manhã. Há planos para permitir também que os fregueses troquem as batatas fritas das promoções por opções como salada ou legumes.

Em sua mais recente campanha, entre as primeiras questões abordadas está o conjunto de imagens e vídeos amplamente difundidos na internet mostrando que os hambúrgueres da cadeia permanecem intactos durante semanas ou até anos. 

Em seu site, o McDonald's diz que isso ocorre provavelmente porque a comida é desidratada, e a umidade é necessária para a formação do mofo.

As respostas da empresa para outras questões como "A carne do McDonald's contém minhocas?" são mais diretas: "Não. Eca! Fim da história". 

Um vídeo publicado no site da empresa também mostra Grant Imahara, ex-apresentador do programa de TV 'Os caçadores de mitos', visitando uma instalação da Cargill, onde os hambúrgueres do McDonald's são feitos.

"Tem algum lábio ou globo ocular aí no meio, Jimmy?" pergunta Imahara a um supervisor da instalação, que responde que os hambúrgueres contém apenas aparas de carne bovina. 

Outro guia diz que os hambúrgueres não contêm carne magra de textura fina, ingrediente amplamente conhecido como "gosma rosa" que se tornou alvo de controvérsia alguns anos atrás. Faz cerca de três anos que o McDonald's parou de usar o ingrediente.

Ben Stringfellow, vice-presidente de comunicações do McDonald's nos EUA, disse em entrevista pelo telefone que a campanha é uma nova maneira de buscar um envolvimento mais direto com os consumidores. Ele destacou que o público tem exigido mais informações a respeito de todos os tipos de produtos, e não apenas por parte do McDonald's.

"Sob muitos aspectos, esse é o rumo que o mundo está seguindo", disse ele.

Comerciais de TV começarão a passar nos EUA a partir de segunda feira, divulgando a campanha.

O McDonald's diz que todos podem enviar perguntas usando mídias sociais como Twitter e Facebook. A empresa tem planos de responder às dúvidas mais frequentes com vídeos ou outras publicações, atendendo também individualmente algumas solicitações, disse Stringfellow. /Tradução de Augusto Calil

Tudo o que sabemos sobre:
McDonaldsFast food

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.