Reuters
Reuters

Megainvestidor George Soros diminui em 60% a participação na Petrobrás

A Soros Fund Management vendeu também as ações de outras duas empresas brasileiras, a fabricante de aviões Embraer e a companhia de telefonia móvel TIM Participações

O Estado de S. Paulo

19 Fevereiro 2015 | 08h56

SÃO PAULO - A Soros Fund Management, que é o veículo de investimento do bilionário George Soros e sua família, reduziu sua participação na Petrobrás. No ano passado, o Estado já havia noticiado que grandes fundos dos EUA reduziram a aposta na Petrobrás devido às denúncias contra a empresa.

A Soros Fund Management reduziu sua participação na Petrobrás em 60% para dois milhões de American Depositary Receipt (ADR, recibo que representa ações) no fim do quarto trimestre em comparação com o terceiro trimestre, de acordo com um documento apresentado na norte-americana Securities and Exchange Commission (SEC, que opera de maneira semelhante à CVM no Brasil).

Em janeiro, a Petrobrás informou seus resultados do terceiro trimestre com atraso, mas não incluiu uma estimativa de quanto custou um grande escândalo de corrupção na empresa.

A Soros Fund Management vendeu todas as suas ações em outras duas empresas brasileiras, a fabricante de aviões Embraer e a companhia de telefonia móvel TIM Participações. 

Mais conteúdo sobre:
Petrobrás Lava Jato crise ações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.