Mercado cativo da Copel cresce 4% no 1o semestre

A estatal paranaense de energia Copel registrou um crescimento de 4 por cento em seu mercado cativo no primeiro semestre de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado, divulgou a companhia nesta quarta-feira.

REUTERS

20 de julho de 2011 | 11h05

O desempenho marcou um consumo de 11.086 GWh na primeira metade do ano ante 10.661 GWh nos seis primeiros meses de 2010.

O consumo classe industrial cresceu 1,7 por cento no período, com 3.558 GWh de janeiro a junho deste ano.

"Este resultado foi influenciado pelo crescimento da produção industrial paranaense, particularmente dos setores de veículos automotores, alimentos, máquinas, aparelhos e materiais elétricos, e também pelo aumento de 8,6 por cento no número de consumidores industriais", afirmou a companhia em comunicado.

Ao final de junho, os clientes industriais representavam 32,1 por cento do mercado cativo da Copel.

Já as classes residencial e comercial apresentaram crescimentos de 4,7 e 6,8 por cento no período.

Em termos consolidados, incluindo os segmentos de distribuição, geração e transmissão de eletricidade, a Copel registrou um crescimento de 3,3 por cento na energia vendida no primeiro semestre em relação ao mesmo período de 2010, para 20.050 GWh.

Às 10h58, as ações da Copel eram negociadas a 38,61 reais, queda de 0,34 por cento. No mesmo horário, o Ibovespa ganhava 0,28 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACOPELSEMESTRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.