Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Mercado Livre aumenta aposta no Brasil e vai investir mais de R$ 3 bi em 2020

Segundo Bloomberg, recursos serão utilizados para reforçar serviços de pagamentos e centros de distribuição e enfrentar acirramento de concorrência

Agências internacionais

17 de outubro de 2019 | 11h27

Depois de investir R$ 3 bilhões no Brasil em 2019, o Mercado Livre vai aumentar a aposta no País. Segundo Stelleo Tolda, diretor de operações no Brasil,  disse à agência de notícias Bloomberg, a empresa de comércio eletrônico "com certeza" vai investir mais do que esse valor em 2020. 

Os recursos serão usados para investir em sua unidade de serviços financeiros e pagamentos e na abertura de centros de distribuição e parcerias para reduzir os prazos de entrega. Dona de 33% do comércio eletrônico no País, o Mercado Livre quer defender sua posição frente ao avanço da Amazon e de marcas locais como o Magazine Luiza e o B2W. 

Segundo a Bloomberg, a plataforma de pagamentos Mercado Pago é atualmente a principal locomotiva de crescimento da empresa. O número de transações mais que dobrou em relação ao ano anterior no segundo trimestre, com um aumento de valor de 47%, chegando a US$ 6,5 bilhões. Isso se compara aos US$ 3,4 bilhões em valor bruto de mercadorias do marketplace, espécie de shopping eletrônico virtual. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.