Mercedes-Benz vai revender caminhões seminovos

A Mercedes-Benz anunciou nesta quinta-feira, 22, a chegada ao Brasil da marca SelecTrucks, exclusiva para vendas de caminhões seminovos. A bandeira está presente em 14 países e segue a tendência das montadoras de se tornarem menos dependentes da receita de veículos novos. "A estratégia é fazer com que o cliente tenha todos os serviços e produtos necessários dentro da Mercedes-Benz e permaneça conosco", disse Joachim Maier, vice-presidente de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz do Brasil, ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

22 de agosto de 2013 | 16h38

A primeira loja exclusa da montadora entra em operação em setembro, em Mauá (SP), às margens do Rodoanel e a 24 quilômetros da fábrica da empresa, em São Bernardo do Campo. Pelo local passam, segundo a companhia, cerca de mil caminhões por hora.

Além da compra e venda de caminhões de todas as marcas, a loja terá estoque e manutenção de seminovos, bem como dará apoio a concessionários na negociação com os clientes e o suporte do banco Mercedes-Benz para o financiamento. "Faremos um teste por cerca de dois anos dessa operação da SelecTruck e depois a ampliaremos para o Brasil", afirmou Maier.

Segundo ele, nos últimos anos, o segmento de caminhões usados vem crescendo de forma consistente no País. "Também nesse segmento queremos ser referência de mercado, oferecendo garantia de procedência dos veículos e elevada qualidade na prestação de serviços dos seminovos."

De acordo com a montadora, a garantia de procedência dos caminhões fica sob responsabilidade de uma empresa especializada em vistorias, inspeções, regulação, consultoria, homologações, histórico e procedência veicular.

Maier aposta no crescimento de 10% na vendas de caminhões novos em 2013 ante 2012, para 145 mil unidades, apesar de o mercado prever altas de 15% a 20% no segmento.

Tudo o que sabemos sobre:
Mercedes-Benz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.