Merkel afirma que cúpula da UE deve aprovar pacote de estímulo

Chanceler disse que os líderes do bloco devem aprovar o pacote de estímulo ao crescimento de 1% do PIB da região, o que equivale a quase 130 bilhões de euros

Álvaro Campos e Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de junho de 2012 | 09h58

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, chegou hoje a Bruxelas (Bélgica) para o primeiro dia da cúpula da União Europeia, mas evitou fazer comentários sobre o encontro. Ela disse apenas que os líderes do bloco devem aprovar o pacote de estímulo ao crescimento de 1% do PIB da região, o que equivale a quase 130 bilhões de euros.

Segundo Merkel, o pacote de estímulo ao crescimento está "no coração do debate de hoje". "Isso é algo no que nós estamos trabalhando o ano todo. Nós estamos prontos para concordar com esse pacote", disse a repórteres em um breve discurso. Ela se recusou a responder a perguntas.

Curto prazo

O presidente do Eurogrupo, que reúne os ministros das Finanças da zona do euro, Jean-Claude Juncker, disse que a cúpula da União Europeia nesta semana, em Bruxelas, precisa lidar imediatamente com a turbulência no mercado, bem como com as reformas de médio prazo. "Temos de lidar com o crescimento e a consolidação orçamentária e também com os problemas de curto prazo dos mercados financeiros", disse Juncker, antes da cúpula, que estava marcada para começar após as 9h (de Brasília), sem acrescentar detalhes.

Ele rejeitou as acusações de que um relatório feito por ele em coautoria sobre o futuro da zona do euro tenha sido reprovado em várias capitais da UE. Juncker disse que ele e três funcionários cumpriram o pedido feito por líderes da União Europeia.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.