Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Tobias Schwarz/Reuters
Tobias Schwarz/Reuters

Merkel alerta contra expectativas de rápida solução para crise na Europa

Segundo a chanceler alemã, superação de problemas econômicos da região pode levar anos

Danielle Chaves, da Agência Estado,

14 de dezembro de 2011 | 14h13

BERLIM - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, fez um alerta contra as expectativas de uma rápida solução para os problemas na Europa e disse que a superação da crise pode demorar anos. Merkel também disse que o caminho em direção a uma união fiscal na região é irrevogável.

Em um pronunciamento ao Parlamento alemão, a chanceler destacou que, com as decisões tomadas na cúpula da União Europeia da semana passada, os líderes europeus decidiram corrigir erros na construção do euro.

Com exceção do Reino Unido, os líderes da UE chegaram a um acordo para aumentar a supervisão fiscal nos países da zona do euro, introduzir sanções automáticas para governos que quebrarem regras sobre déficits e criar emendas para equilíbrio orçamentário nas constituições nacionais.

Merkel afirmou que lamenta que o Reino Unido tenha se recusado a apoiar mudanças nos tratados da UE para permitir uma maior coordenação da política econômica, mas acrescentou que aquele país é valioso em outras áreas.

A chanceler disse ainda que todos os países membros da zona do euro, incluindo a Alemanha, já em 2012 terão de começar a pagar depósitos ao Mecanismo de Estabilidade Europeu (ESM, em inglês). Os países do bloco depositarão € 80 bilhões em dinheiro, sendo € 22 bilhões da Alemanha, que pretende fazer isso em parcelas anuais de € 4,3 bilhões.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
merkelcriseexpectativaseuropaeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.