Merkel e Papandreou reúnem-se para discutir situação da Grécia

Autoridades da União Europeia, do FMI e do BCE também devem voltar a Atenas hoje

Gustavo Nicoletta e Hélio Barboza, da Agência Estado,

27 de setembro de 2011 | 07h30

A agenda de eventos da Europa desta terça-feira traz como destaque uma reunião entre o primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para tratar da crise grega, sem previsão de horário.

Autoridades da União Europeia, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Central Europeu (BCE) devem voltar a Atenas também nesta quarta-feira, disse um graduado funcionário do governo grego. "Eles virão depois que o parlamento ratificar o novo imposto sobre a propriedade", disse o funcionário. "A menos que aconteça algo inesperado, eles deverão estar aqui amanhã."

As negociações entre o governo grego e a chamada troica foram suspensas no começo deste mês, quando Atenas se recusou a adotar mais medidas de austeridade. Mas, sob a ameaça de que a Grécia não receba a próxima parcela de um empréstimo de resgate, o governo adotou uma série de cortes, incluindo a redução dos salários e aposentadorias e a demissão de servidores públicos.

A parcela de empréstimo de € 8 bilhões é necessária para o governo pagar suas contas, pois ele tem dinheiro suficiente apenas até meados de outubro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciacrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.