Metalúrgicos de três fornecedores da Embraer entram em greve

Cerca de 250 metalúrgicos de três fornecedores de componentes para aviões da Embraer decidiram entrar em greve nesta sexta-feira, exigindo início de negociação salarial, informou o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região.

REUTERS

25 de setembro de 2009 | 14h00

Os trabalhadores da Sobraer, da Sopeçaero e da Pesola, que fazem parte do grupo belga Sonaca, defendem início das negociações salariais em setembro. Os patrões, segundo o sindicato, sustentam que a data-base deve se manter em novembro.

Os metalúrgicos também pedem participação nos lucros de valor igual ou superior ao pago em 2008.

Procurada, a Embraer informou que não há impacto em sua linha de produção diante da paralisação desses fornecedores.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASEMBRAERFORNECEDORES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.