Miguel Medina/AFP
Miguel Medina/AFP

Michael Kors compra Versace por US$ 2,12 bilhões

Atualmente, 20% da Versace são de propriedade do fundo americano Blackrock e o restante pertence à família

AFP

25 Setembro 2018 | 10h27

O grupo de moda norte-americano Michael Kors Holdings Ltd confirmou a compra para assumir o controle da italiana Versace, avaliada emUS$ 2,12 bilhões. Como parte do acordo, a Blackstone, que adquiriu uma participação de 20% na grife em 2014, sairá completamente da empresa italiana, enquanto a família Versace, proprietária do restante da empresa, manterá seu papel.

A notícia da iminente venda foi noticiada pela primeira vez pelo jornal italiano Corriere della Sera na segunda-feira.

"A aquisição da Versace é uma etapa importante para nosso grupo. Com nossos recursos, pensamos que a Versace crescerá para superar US$ 2 bilhões de faturamento", afirmou o diretor executivo da Michael Kors, John Idol, em comunicado.

"É um momento muito motivador para Versace. Tenho orgulho que a marca continua sendo poderosa tanto na moda quanto na cultura moderna", disse Donatella. Versace, diretora artística e vice-presidente do grupo de mesmo nome.

Fundada em 1978 pelo designer Gianni Versace e seu irmão, Versace é um ícone da moda italiana com coleções de luxo e ousadas.  Após o assassinato do carismático Gianni em 1997, a marca passou por anos difíceis e recuperou seu prestígio graças a uma forte reorganização interna e ao talento de sua irmã Donatella. 

A Versace era de propriedade do fundo americano Blackrock e o restante (80%) pertencia à família. 

Michael Kors é uma marca de renome nos Estados Unidos e tem muitos fãs entre celebridades como Michelle Obama, Catherine Zeta-Jones ou Nicole Kidman. O grupo foi criado em 1981 por Michael Kors, 59 anos, que ainda é seu diretor criativo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.