Milho: câmara setorial diz que área da safra de verão cairá 3%

São Paulo, 22 - A Câmara Setorial de Milho, Aves e Suínos estima que a área plantada do cereal na safra de verão cairá 3%. O plantio começou no fim de agosto e se prolonga até o fim do ano. Segundo o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Ivan Wedekin, que participou da reunião, o milho continuará perdendo área para a soja. "Mas isso não vai acontecer em um ritmo tão agressivo, porque a soja vai aumentar principalmente incorporando áreas de pastagens", afirmou. De 1º de maio a 31 de agosto foram entregues aos produtores de milho 42 mil toneladas de sementes, o mesmo volume de igual período de 2003. As entregas de milho das indústrias de sementes aos canais de distribuição, entretanto, caíram 9%. "Isso porque as cooperativas estão bastante inseguras com a real demanda de sementes, por causa do cenário de preços mais baixos para o milho e para a soja. O período mais importante para a confirmação de plantio de milho é justamente entre setembro e outubro. As cotações do cereal estão deprimidas porque o real valorizado e os preços baixos no mercado internacional inibem as exportações. Entretanto, Wedekin não acredita que essa situação amplie ainda mais a preferência do agricultor pela soja. "Afinal, o mesmo cenário está se repetindo para esse mercado também." (segue)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.