Milho: leilões de contratos são autorizados por portaria no do

Brasília, 24 - A edição de hoje do "Diário Oficial da União" traz publicada Portaria Interministerial 241 que autoriza o lançamento de contratos de opção para o milho safrinha. A portaria é assinada pelos ministros da Fazenda, Antonio Palocci, e da Agricultura, Roberto Rodrigues. O primeiro leilão para o milho safrinha foi realizado na sexta-feira, dia 23, com venda de 14.740 contratos de 27 toneladas cada. Esse volume corresponde a 99,49% da oferta total de 14.815 contratos (400 mil toneladas). O exercício dos contratos será no dia 15 de outubro. O segundo leilão, marcado para esta sexta-feira, dia 27, terá oferta de 14.890 contratos, totalizando 402.030 toneladas, com exercício programado para 15 de novembro. Os preços de exercício do leilão serão R$ 18,40 a saca de 60 quilos no Paraná e em São Paulo; de R$ 17,00, no Mato Grosso do Sul e em Goiás, e de R$ 13,00 no Mato Grosso. O Distrito Federal foi excluído do próximo leilão porque não houve interessados no último leilão. Os 75 contratos oferecidos para o DF na sexta-feira serão transferidos para Goiás no próximo leilão, para atender a demanda dos produtores que estão encontrando muita dificuldade para colocar o milho no mercado. (Fabíola Salvador)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.