Milho/Chicago sobe, previsão de geada e soja puxam alta

São Paulo, 1 - Os contratos futuros de milho seguem em alta na Chicago Board Of Trade (CBOT), depois de atingir as máximas de uma semana registradas nos gráficos técnicos: compras especulativas impulsionou os preços. A influência altista dos preços da soja e do clima, com previsões indicando possíveis geadas na metade norte do Meio Oeste americano, puxaram a alta no início da sessão. Os futuros absorveram uma grande quantia de compras especulativas no início da sessão e o mercado adicionou o prêmio de risco sobre o clima. A alta inicial foi ativada por ordens de compra, enquanto os participantes vendidos realizaram a cobertura de suas posições. Passados 30 minutos da sessão, o movimento de alta foi limitado e os contratos recuaram um pouco, seguindo movimento dos futuros da soja. Nesse ponto, foram realizadas vendas em valores próximos da média móvel dos últimos 50 dias, a US$ 2,4450/bushel, base dezembro, de acordo com os analistas. Há pouco o contrato setembro subia 4,75 cents a US$ 2,3250/bushel, o dezembro subia 5 cents a US$ 2,4275/bushel e o março também subia 5 cents a US$ 2,5025/bushel. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.