Minas Gerais Participações eleva capital em R$ 530,5 mi

A estatal MGI - Minas Gerais Participações aprovou, em assembleia geral extraordinária nesta segunda-feira, 08, um aumento de capital em R$ 530,515 milhões, que deverá passar de R$ 169,759 milhões para R$ 700,274 milhões. De acordo com comunicado da companhia, os recursos serão utilizados para a subsidiária Emip - Empresa Mineira de Parcerias, cuja criação também foi aprovada na assembleia.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

08 de julho de 2013 | 17h57

O acréscimo será feito mediante a subscrição de 457.608.249 novas ações ordinárias, pelo acionista controlador (o Estado de Minas Gerais), com os recursos oriundos de empréstimos celebrados pelo governo estadual com o Banco do Brasil.

A subsidiária Emip terá o capital social exato de R$ 530,515 milhões, e será responsável pela gestão dos contratos de Parcerias Público-Privadas (PPPs) e de concessões promovidas pelo Estado de Minas Gerais.

Agora, a companhia, responsável por administrar participações em empresas, possui o capital de R$ 700.274.999,00, dividido em 604.037.610 ações ON. O capital pode ser elevado até R$ 2 bilhões, de acordo com alteração de artigo do estatuto social.

A MGI possui entre os acionistas o Estado de Minas Gerais, a Companhia Energética de Minas Gerias (Cemig) e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Tudo o que sabemos sobre:
MGI Participaçõessubscrição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.