Mini, da BMW, agora com sotaque holandês

Acordo de produção terceirizada faz parte da estratégia de expansão global da marca

EFE

17 de julho de 2014 | 15h32

 

O Rei da Holanda no primeiro Mini produzido em seu país (Foto:EFE)

BORN - O modelo Mini, da BMW, passou a ser produzido na Holanda, por meio de um contrato de produção terceirizada para a fabricante holandeza NedCar VDL, em Born. O rei da Holanda Willem-Alexander dirigiu o primeiro Mini na reabertura da fábrica.

Desde o relançamento da marca em 2001 até o final de 2013, cerca de 2,8 milhões de veículos Mini foram produzidos.

O novo Mini Hatch, que começou a ser produzido em novembro de 2013 na fábrica do Grupo BMW em Oxford, na Inglaterra, começa agora a ser produzido também na Holanda.

O acordo é mais um importante passo na implementação da estratégia de crescimento global da BMW , que se esforça para expandir sua capacidade de produção global. 

O Grupo BMW sai ganhando com a localização favorável da VDL NedCar em termos de logística e sua proximidade com a rede de produção Reino Unido em Oxford, Swindon e Hams Hall. 

O Grupo BMW está intensificando sua presença na Holanda, que passa a fazer parte da estratégia para ampliar as vendas do seu sucesso maior sucesso na Inglaterra.

A marca Mini mostra um crescimento substancial. A produção na Holanda pode agregar mais 10 mil unidades à produção anual.

Em 2013, o Grupo BMW produziu 303,2 mil veículos Mini. A fábrica de Oxford produziu 175,9 mil unidades dos modelos Convertible, Clubman, Clubvan, Roadster e modelos Coupé. 

Um adicional de 125,5 mil unidades dos modelos Countryman e Paceman foram fabricados pela MSF em Graz, na Áustria, além de outras 1,6 mil unidades em outras fábricas.

Tudo o que sabemos sobre:
BMWMini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.