Ministro quer que GE mude oferta por divisão da Alstom

O ministro de Economia da França, Arnaud Montebourg, afirmou nesta terça-feira que a General Electric precisa alterar sua oferta de US$ 17 bilhões pela divisão de energia da Alstom, argumentando que ela é "inaceitável".

AE, Agencia Estado

20 de maio de 2014 | 16h25

Montebourg afirmou que se encontrou na sexta-feira com Steve Bolze, diretor da unidade de energia da GE. "Eu disse a ele: ''nos faça uma nova proposta porque essa não vai funcionar''", disse o ministro em audiência no Parlamento francês. "Dissemos o mesmo aos nossos amigos da Siemens." Segundo ele, o governo francês prefere uma aliança entre a Alstom e outra companhia industrial, em vez da venda de ativos. Representantes da Siemens e da GE não quiseram comentar o assunto. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlstomvendaGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.