Monti apresenta plano de € 25 bilhões em novos impostos na Itália

As medidas apresentadas por Monti incluíram € 5 bilhões em receita com um imposto imobiliário

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

30 de novembro de 2011 | 09h51

O primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, apresentou uma proposta para criar novos impostos no valor de € 25 bilhões para os próximos dois anos em uma reunião dos ministros das Finanças da zona do euro, afirmou o jornal La Stampa, sem citar fontes

As medidas apresentadas por Monti incluíram € 5 bilhões em receita com um imposto imobiliário; um aumento no imposto de valor agregado e mudanças para o sistema previdenciário para fazer com as pessoas trabalhem por mais tempo. As medidas serão aprovadas pelo Gabinete da Itália no dia 5 de dezembro.

Monti rejeitou a pressão para que o Ministério das Finanças aprovasse novas regras que tornam mais fácil contratar e demitir trabalhadores, considerando que isso não era politicamente viável no momento.

O Secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, deverá se reunir com o primeiro-ministro da Itália na próxima semana, afirmou o jornal italiano Il Messaggero, sem citar fontes. Segundo o jornal, ainda não está claro se Monti e Geithner se reunirão em Roma ou Milão.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaMonti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.