Moody’s corta nota da Espanha em dois níveis, para A1

Segundo a agência, país ficou vulnerável a problemas de financiamento com os elevados níveis de dívida dos setores bancário  e corporativo

Reuters,

18 de outubro de 2011 | 19h49

A agência de classificação de risco Moody's Investors Service cortou nesta terça-feira, 18, os ratings soberanos da Espanha em dois níveis, de Aa2 para A1. A perspectiva é negativa.

Segundo a agência, os elevados níveis de dívida do setores bancário e corporativo deixam o país vulnerável a problemas de financiamento.

Mais rebaixamentos da nota de crédito espanhola são possíveis, caso a crise de dívida da zona do euro se agravar, alertou a agência. A revisão da Moody's para a nota espanhola foi iniciada no final de julho.

A Moody's foi a última das três principais agências de classificação de risco a rebaixar o rating da Espanha. No início de outubro, a Fitch, já havia cortado a nota espanhola de AA+ para AA-, com perspectiva negativa. Na semana passada,  a Standard and Poor's reduziu em um patamar a nota de crédito de longo prazo do país de AA para AA-, com perspectiva negativa.

(Reportagem de Walter Brandimarte)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROESPANHAMOODYS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.