Moody's rebaixa ratings da OGX por recuperação judicial

A Moody''s rebaixou o rating corporativo da OGX Petróleo e Gás Participações S.A. (OGX), do empresário Eike Batista, de Ca para C, e os ratings das notas seniores sem garantia de ativos reais da OGX Austria GmbH, também de Ca para C, como resultado do pedido de recuperação judicial feito na quarta-feira, 31, pela petrolífera. A perspectiva do rating permanece negativa.

Agencia Estado

31 de outubro de 2013 | 15h01

Segundo a Moody''s, o rebaixamento reflete a expectativa de fraca recuperação das notas sem garantias de ativos reais. "Sob análises de diversos cenários de recuperação, a Moody''s espera que a recuperação seja inferior a 20% no caso das notas sem garantias de ativos reais", afirmou a agência de classificação de risco em comunicado.

A decisão da Moody''s afeta cerca de US$ 3,6 bilhões em notas.

A Moody''s prevê que o processo de reestruturação da OGX provavelmente será prolongado. "Após a decisão da Corte autorizando o pedido, a OGX tem 60 dias para apresentar o plano de recuperação, que, se aprovado em assembleia geral dos credores, irá incluir todos os credores da empresa que estão sujeitos ao procedimento de recuperação", comentou a agência. "Na prática, no entanto, poderia haver um longo processo de negociação com os credores antes que a versão final do plano seja aprovada", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
OGXMoody's

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.