Moody's rebaixa ratings do Banco Fibra

A Moody''s rebaixou o rating de força financeira de bancos do Banco Fibra, de D+ para E+, e o perfil de risco de crédito individual para b1. Já os ratings de depósito de longo prazo na escala global e moedas local e estrangeira foram de Ba3 para B1. Ao mesmo tempo, a Moody''s rebaixou as notas de depósito de longo prazo na escala nacional brasileira para Baa1.br, de A2.br. O rating de dívida subordinada de longo prazo em moeda estrangeira do banco foi rebaixado para B2, de B1. A perspectiva para todos os ratings é estável.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

29 de outubro de 2013 | 20h44

Segundo a agência de classificação de risco, o rebaixamento reflete o enfraquecimento da rentabilidade e a resultante diminuição da geração interna de capital, que deriva do atual reposicionamento estratégico da franquia do banco. "A decisão da administração de alterar o foco de negócios do banco novamente para crédito comercial, negócio central tradicional do Fibra, seguiu-se à expansão realizada em momento inapropriado para o arriscado crédito ao consumidor, que tem conduzido a uma importante deterioração na qualidade de ativos e erosão de capital", ressaltou a Moody''s.

Outro ponto destacado está no processo para o realinhamento das operações do Fibra, que irá exigir adicionais encargos administrativos e provisões para perdas com inadimplência, "o que continuará pesando sobre seu desempenho nos próximos trimestres, embora o crédito em atraso possa estar perto do pico".

Tudo o que sabemos sobre:
Banco FibraMoody's

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.