Na Black Friday, clientes de site de descontos pretendem gastar até R$ 3 mil

Na Black Friday, clientes de site de descontos pretendem gastar até R$ 3 mil

Produtos mais procurados são celulares, roupas, calçados e eletrodomésticos

Marília Marasciulo, Especial para O Estado de S. Paulo

14 de novembro de 2014 | 10h05


SÃO PAULO - Uma pesquisa de intenção de compras na Black Friday com mais de cinco mil usuários do portal de cupons de descontos Méliuz revelou que 74% dos entrevistados pretendem fazer compras online durante a promoção.

A Black Friday, no dia 28 de novembro, é a tradicional liquidação que marca o início das vendas de Natal nos Estados Unidos na véspera do Dia de Ação de Graças. O evento vem ganhando força no Brasil nos últimos anos no comércio eletrônico e no varejo em geral.

A maioria (88%) dos entrevistados na pesquisa respondeu que vai gastar até R$ 3 mil na promoção. Os produtos mais procurados são celulares, roupas, calçados e eletrodomésticos.

O questionário foi respondido via e-mail no final de outubro pelas pessoas que mais utilizam o site para fazer compras na internet, e pelo menos 42% delas compram online pelo menos uma vez por mês. 

As lojas que lideram a intenção de compra são as Lojas Americanas, Submarino, Extra e Walmart e Magazine Luiza, nesta ordem. 

O horário preferido de 32% dos usuários é a madrugada do dia 27 para o 28, seguido pela manhã (28%), noite (23%) e tarde (16%).

Segundo o co-fundador do Méliuz, Israel Salmem, neste ano a equipe do site vai se dedicar a garimpar produtos que realmente estejam baratos. "Os usuários costumam falar que o Black Friday não funciona, então pela primeira vez teremos uma dedicação especial neste período para selecionar ofertas verdadeiras", disse. 

O modelo do site, que consiste em agregar os descontos oferecidos por varejistas online e devolver parte do dinheiro ao consumidor, será mantido sem mudanças ou descontos adicionais. 

A expectativa de Salmem é de que as vendas através do site aumentem no Black Friday. "Vendemos neste dia o mesmo que vendemos em um mês e esperamos que o fluxo aumente de seis a dez vezes mais que em um dia normal", disse Salmem. 

Ele disse acreditar que o fluxo em grandes lojas online, como Americanas, Submarino e Walmart, pode ser de 30 vezes mais que em dias normais.

Dos usuários que responderam a pesquisa, 60% são homens, 70% têm entre 21 e 35 anos e 58% têm formação superior. A renda mensal de 35% dos usuários está entre R$ 2700 e R$ 6700 e de 26%, entre R$ 1356 e R$ 2711.

  

Tudo o que sabemos sobre:
Black Friday

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.