Na Líbia, portos estão fechados temporariamente, diz companhia

Uma porta-voz do grupo disse que não tinha informações sobre quando os portos podem ser reabertos

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

23 de fevereiro de 2011 | 10h33

Todos os portos e terminais da Líbia estão temporariamente fechados por causa das manifestações contra o regime do governante Muamar Kadafi, informou nesta quarta-feira a companhia de transportes CMA CGM em comunicado em seu site.

"Por causa da insurreição geral em algumas cidades líbias desde a semana passada, todos os portos e terminais estão temporariamente fechados", afirmou a companhia. Uma porta-voz do grupo disse à France Presse na quarta-feira que não tinha informações sobre quando os portos podem ser reabertos.

O grupo afirmou que é representado na Líbia pela OSCL, cujo escritório em Trípoli funciona apenas em esquema emergencial. Seus escritórios em Misurata, Khoms e Benghazi foram temporariamente fechados, segundo o comunicado.

Enquanto espera a reabertura dos portos, a CMA CGM estoca materiais em Malta, "que fica apenas a 12 horas dos portos líbios", informou a companhia. Na terça-feira, operadores do mercado de petróleo disseram esperar que os portos da Líbia sejam reabertos após entre 2 e 3 dias.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaCMAporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.