Não há risco de a Grécia declarar default de sua dívida, diz presidente do Eurogrupo

Jean-Claude Juncker disse que líderes europeus tomarão medidas para assegurar estabilidade, mas não detalhou ajuda à Grécia

Suzi Katzumata, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2010 | 17h05

O presidente do Eurogrupo - que reúne os ministros de Finanças dos países da zona do euro -, Jean-Claude Juncker, descartou a possibilidade da Grécia declarar um default de sua dívida.

 

Ele acrescentou que os líderes das economias da zona do euro vão tomar todas as medidas necessárias para assegurar a estabilidade da união monetária, mas ainda vão determinar como ajudar a economia da Grécia, Juncker.

 

Em entrevista à imprensa após o encontro do Conselho Europeu - que reúne os chefes de governo da União Europeia -, Juncker, que também é primeiro-ministro de Luxemburgo, reiterou que a Grécia pode sobreviver sem financiamento externo, mas destacou que qualquer ajuda dos membros da zona do euro não será de "dinheiro para nada".

 

"Estamos debatendo um plano determinado e coordenado da zona do euro para ajudar a Grécia... Mas os líderes ainda têm de decidir as medidas precisas para ajudar a economia da Grécia", disse

 

Questionado sobre detalhes de um possível plano de ajuda, Juncker disse: "Eu não quero especular sobre algo que os gregos nos disseram que não é necessário". Ele acrescentou que a especulação de que a Grécia pode deixar a zona do euro era "absurda". As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.