Nasdaq sobe por Palm, mas Dow Jones cai com petróleo

O índice Nasdaq subiu nesta sexta-feira, ajudado pelos ganhos da Palm, fabricante do smartphone, enquanto os demais indicadores tiveram leve queda num pregão volátil.

EDWARD KRUDY, REUTERS

26 de junho de 2009 | 18h29

O Dow Jones cedeu por conta do recuo dos preços do petróleo, que fechou abaixo dos 70 dólares o barril. Mas a força em algumas ações financeiras contribuiu para amortecer a queda do Standard & Poor's 500.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,40 por cento, para 8.438 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,15 por cento, para 918 pontos. Já o Nasdaq subiu 0,47 por cento, para 1.838 pontos.

O Nasdaq foi impulsionado, em parte, pelos ganhos da Palm, depois que a empresa reportou um prejuízo menor que o esperado na véspera. A companhia também disse que a demanda pelo novo smartphone Pre está alta. Os papéis da Palm saltaram quase 16 por cento.

Pesando sobre a confiança, um aumento nos níveis de poupança sugeriu que os consumidores norte-americanos não devem tirar a economia da recessão tão rápido quanto o esperado.

Dados mostraram que, enquanto os gastos e a renda dos consumidores cresceram em maio, uma vez que os estímulos governamentais se estenderam pela economia, grande parte do dinheiro está sendo guardada. O volume de poupança saltou para um nível recorde de 768,8 bilhões de dólares, maior patamar desde 1959.

Robert Stimpson, gerente de portfólio na Oak Associates em Akron, Ohio, disse que, embora ele não considere tão importante os números sobre poupança em si, a tendência é que os Estados Unidos caminhem em direção a mais poupança e menos gastos por parte dos consumidores.

"Os mercados norte-americanos provavelmente vão ficar para trás em relação ao restante do mundo, porque nós temos a necessidade de pagar dívidas, elevar nosso nível de poupança e ser melhores administradores de nosso próprio capital, o que deve levar a gastos menores no consumo em relação ao restante do mundo", afirmou Stimpson.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.