Natura
Natura

Natura se prepara para levar marca para outro continente, diz presidente

Em evento do setor varejista, João Paulo Ferreira afirmou que a entrada em um novo continente - Ásia, África ou Oceania - ocorrerá até o final de 2019

Dayanne Sousa, O Estado de S.Paulo

28 Agosto 2018 | 13h02

A expansão internacional da marca Natura deverá ser reforçada no próximo ano com a chegada em um novo continente, segundo seu presidente, João Paulo Ferreira. 

A jornalistas, durante evento do setor de varejo em São Paulo nesta terça-feira, 28, Ferreira afirmou que a entrada em um novo continente - Ásia, África ou Oceania - ocorrerá até o final de 2019.

A Natura hoje já tem presença na maioria dos países da América Latina e tem lojas na França e nos Estados Unidos. Segundo Ferreira, a companhia ainda estuda qual seria a melhor região para começar essa nova fase de expansão. 

A Ásia é considerada um mercado atrativo por ter grande força no setor de cosméticos e também porque as outras duas marcas do grupo Natura&Co, a The Body Shop e a Aesop, já atuam nos países da região. 

Já a Oceania é a região de origem da Aesop, fundada na Austrália.

Segundo Ferreira, a companhia está em fase final da escolha das novas regiões. 

A última "inauguração" de uma operação internacional da Natura foi há sete anos, no México. 

Ferreira disse ainda que a empresa vê oportunidades para expansão dentro da América Latina. No continente, a marca ainda não tem presença no Uruguai e no Paraguai. 

 

Mais conteúdo sobre:
Naturavarejocosmético

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.