Paulo Cleto/Divulgação
Paulo Cleto/Divulgação

Natura vai encerrar venda direta na França

Movimento é concentrado no mercado francês, com base no comportamento dos consumidores, disse a fabricante de cosméticos

Reuters

15 Novembro 2016 | 19h18

A fabricante de cosméticos Natura informou o início de uma reestruturação de seu modelo de negócios na França, encerrando a venda direta naquele país.

Em comunicado, a empresa anunciou que o canal de venda direta, com 1.100 consultoras, será encerrado até 31 de dezembro de 2016 e que a mudança visa garantir o crescimento sustentável da marca no mercado francês.

O plano faz parte da estratégia de internacionalização da empresa em mercados maduros, com foco em três canais: loja própria, e-commerce e varejistas multimarcas.

A fabricante brasileira de cosméticos afirmou que o movimento é concentrado no mercado francês, com base no comportamento dos consumidores daquele país.

"Diferentemente da América Latina, onde a venda por relações representa quase 30% do faturamento do setor de cosméticos, na França essa participação é de apenas 2%", disse a Natura em comunicado, acrescentando que no Brasil e na América Latina, a venda direta é "e continuará a ser o principal canal"

A empresa afirmou ainda que a internacionalização da marca é um dos objetivos estratégicos para os próximos anos, sendo que as operações fora do Brasil já representam mais de 30% da receita líquida da Natura.

Mais conteúdo sobre:
Natura França América Latina Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.