Negociação de ações brasileiras em NY bate recorde histórico

Volume diário de compra e venda de ADRs brasileiros chega a US$ 4,072 bi em maio, maior que giro da Bovespa

Da Redação,

27 de maio de 2008 | 14h40

O volume médio diário de negociação dos ADRs brasileiras em Nova York (ações de empresas do Brasil negociadas na bolsa norte-americana) ultrapassou os US$ 4,072 bilhões em maio, o maior da história. Segundo estudo da consultoria Economatica, o valor é superior ao giro diário na Bolsa de Valores de São Paulo, de US$ 3,88 bilhões até o dia 26 deste mês - também recorde histórico no mercado financeiro do País.  Os ADRs da Petrobras ON e Vale ON se encontram entre as mais negociadas no mercado norte-americano. A estatal petrolífera movimentou em média, US$ 1,130 bilhão no mês, ficando na 14ª posição entre as mais negociadas da NYSE. Já a mineradora teve volume médio diário de US$ 863 milhões, na 20ª colocação da lista. Os cinco ADRs brasileiros com maior movimento em Nova York são, respectivamente, Petrobras ON, Vale ON, Petrobras PN, Vale PN e Bradesco PN, esta última ultrapassando o ADR do Unibanco, que historicamente teve maior volume médio entre as empresas do setor bancário. Veja abaixo os ADRs brasileiros mais negociados no mercado norte-americano: 

Tudo o que sabemos sobre:
BovespaMercado FinanceiroNY

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.