Negociação sobre preço de minério pode demorar, diz Vale

A gigante da mineração mundial CompanhiaVale do Rio Doce informou nesta segunda-feira que asnegociações globais sobre o preço do minério de ferro vãocomeçar nos próximos dias e que um acordo pode demorar. O vice-presidente financeiro da Vale, Fabio Barbosa,afirmou que é muito cedo para comentar sobre o tamanho dosaumentos de preços e que a Vale espera que eles reflitamcondições de mercado. "As discussões devem demorar por causa dos parâmetros queserão discutidos de uma maneira diferente", disse Barbosa àReuters. O executivo informou também que a companhia avalia umalistagem de ações na bolsa de valores da França. Segundo ele,seria interessante para a companhia buscar a Euronext parafazer essa listagem. A companhia divulgou ainda que mesmo que a invistamaciçamente no aumento de sua produção não conseguirá atender àdemanda explosiva da China por minério de ferro. "Mesmo se nós continuássemos investindo mais e mais nósnunca conseguiríamos acompanhar o crescimento chinês", disse opresidente-executivo da Vale, Roger Agnelli, a jornalistasdurante entrevista em Paris. A Vale é a maior produtora eexportadora de minério de ferro do mundo. O executivo afirmou ainda que a fusão entre o grupo demineração Rio Tinto e a BHP Billiton é justificada e ressaltouque a empresa não planeja investir na Rio Tinto. "Não há intenção da parte da Vale em adquirir capital naRio Tinto", disse Agnelli por meio de um tradutor. (Por Tamora Vidaillet)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.