Negócios do Pão de Açúcar serão julgados pelo Cade só em fevereiro

O conselho avalia a compra das Casas Bahia e do Ponto Frio pelo grupo

Célia Froufe, da Agência Estado,

16 de dezembro de 2011 | 18h04

BRASÍLIA - O relator dos processos do Pão de Açúcar no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Marcos Veríssimo, disse à Agência Estado que os negócios fechados pela rede de supermercados deverão passar pelo crivo do órgão antitruste em fevereiro de 2012. O Cade avalia as compras dos grupos Casas Bahia e Ponto Frio pelo Pão de Açúcar. "Como só há uma sessão de julgamento em janeiro (dia 25), o mais provável é que os casos cheguem à pauta em fevereiro", explicou o conselheiro.

Por enquanto, o processo aguarda um parecer da Procuradoria do Cade (Procade). A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda recomendou ao Cade que aprovasse os negócios, mas com algumas restrições nos dois casos. A operação com as Casas Bahia ocorreu ao final de 2009, seis meses depois de o Pão de Açúcar ter adquirido a rede Ponto Frio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.