Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Neoenergia e Enel elevam preço ofertado por ação da Eletropaulo

Neoenergia elevou sua oferta pela concessionária para R$ 32,10 por ação; em resposta, a concorrente italiana aumentou novamente sua oferta, para R$ 32,20 por ação

Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

26 Abril 2018 | 08h36

A Neoenergia, controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, decidiu elevar sua oferta pelo controle da Eletropaulo para R$ 32,10 por ação, após a concorrente Enel ter aumentado o preço da sua oferta para R$ 32,00.  A italiana, porém, respondeu e elevou novamente sua oferta pelo controle da empresa, para R$ 32,20 por ação. A nova proposta avalia a companhia de distribuição em cerca de R$ 5,4 bilhões. Na 4ª ratificação do edital, a empresa informa que todos os demais termos e condições permanecem inalterados.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, a Enel Américas, subsidiária do grupo italiano Enel, comenta a carta encaminhada pela Iberdrola à Comissão Europeia, considerando que o documento possui o objetivo de evitar a apropriada competição pela Eletropaulo.

+ Italiana Enel questiona operação da Eletropaulo

Em fato relevante, a Neoenergia informa ter atualizado o histórico de seu edital para conter a menção ao novo preço e que publicará em 27 de abril o primeiro aditamento ao edital de oferta pública voluntária concorrente para a aquisição de até a totalidade das ações ordinárias de emissão da Eletropaulo.

Os demais termos e condições do edital, segundo a empresa, permanecem inalterados, incluindo a data do leilão, que permanecerá como 18 de maio de 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.