Nestlé abre 20 mil vagas na Europa para jovens

A Nestlé lançou, na sexta-feira, 15, um programa de três anos que oferecerá 10 mil empregos em período integral para pessoas com menos de 30 anos de idade e outras 10 mil vagas para trainees na Europa, antecipando-se à esperada queda da população em idade ativa no continente.

AE, Agencia Estado

18 de novembro de 2013 | 14h13

A companhia acredita que até 15% de seus 93 mil funcionários na Europa se aposentarão até 2024. A administração prevê que, caso não comece a substituir esses empregados agora, isso criará dificuldades para a expansão da empresa no continente.

"Precisamos substituí-los", disse o presidente da Nestlé para a Europa, Laurent Freixe. "Precisamos contratar os melhores para o futuro." O executivo disse também que as contratações devem resultar em aumento líquido "significativo" da força de trabalho da companhia.

De acordo com previsões da União Europeia, a população em idade ativa do continente deve cair para 330,6 milhões até 2020, de 334,9 milhões em 2012. Até 2050, esse número deve cair para 299 milhões.

Freixe, que começou na Nestlé como trainee, disse que a empresa deve atrair os maiores talentos e que isso é crucial para seus planos de investimento na Europa. A companhia está dando atenção especial ao sul da Europa e pretende abrir 3.220 vagas na Espanha, na Grécia, em Portugal e na Itália. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
NestlévagasEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.