Divulgação
Divulgação

Nestlé fará primeira fábrica de cápsulas de café fora da Europa em Montes Claros

Para marcar o lançamento da pedra fundamental da nova unidade, a empresa trará ao Brasil o presidente mundial Paul Bulcke

O Estado de S. Paulo

11 Dezembro 2014 | 14h23




SÃO PAULO - A Nestlé vai construir uma fábrica de cápsulas de café expresso no Brasil. A unidade será a primeira instalada fora da Europa e deverá ser instalada com investimentos de R$ 186 milhões.

A fábrica vai ser construída em Montes Claros, Minas Gerais, onde a pedra fundamental será lançada no próximo dia 18. A unidade deve iniciar a produção de cerca de 24 toneladas por dia.

Segundo a empresa, a nova unidade contará com tecnologia exclusiva para a produção de cápsulas de bebidas, o que a marca vê como 'um importante avanço para o mercado brasileiro de cafés'. 

Para marcar o lançamento da nova unidade, a empresa trará ao Brasil o presidente mundial Paul Bulcke. Também vão participar o presidente da Nestlé Brasil, Juan Carlos Marroquín, e o vice-presidente executivo para a Zona Américas, Laurent Freixe. 

O investimento da Nestlé é uma estratégia para enfrentar a concorrência crescente no mercado de cápsulas. Desde o ano passado, as 1,7 mil patentes que protegem cápsulas e máquinas da empresa dona da marca Nespresso começaram a vencer, abrindo espaço para o surgimento de cápsulas alternativas em vários mercados do mundo.

Uma pesquisa recente da consultoria Nielsen mostrou que o consumo de cafés em cápsulas aumentou 46,5% no Brasil entre 2012 e 2013. Ainda assim, apenas 0,6% dos domicílios do Brasil possuem uma máquina.

Mais conteúdo sobre:
NestléCafé

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.