Nestlé investe US$ 486 mi para dobrar compras diretas de café

Companhia distribuirá 200 milhões de mudas de café de alta produtividade e resistentes a pragas aos agricultores até 2020

Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 15h09

A Nestlé lançou nesta sexta-feira, 27, na cidade do México, o Nescafé Plan, que  busca estreitar o relacionamento com fornecedores, e no qual investirá cerca de US$ 486 milhões em projetos de café até 2020. Nos próximos cinco anos, a companhia suíça, maior fabricante de café do mundo, pretende duplicar o volume de café Nescafé comprado diretamente dos agricultores e de suas associações, que poderá chegar a 180 mil toneladas de café por ano adquiridos de cerca de 1.700 produtores.

A companhia distribuirá 200 milhões de mudas de café de alta produtividade e resistentes a pragas aos agricultores até 2020. Conforme comunicado da empresa, isso os ajudará a renovar plantações, multiplicando, assim, a produção na área já existente e aumentando a renda. Por meio de parcerias com instituições públicas e privadas em inúmeros países, como México, Tailândia, Filipinas e Indonésia, a Nestlé já distribuiu mais de 16 milhões de mudas de café nos últimos dez anos. A empresa também está expandindo os programas de assistência técnica, nos quais seus agrônomos prestam assessoria sobre práticas de cultivo e pós-colheita a mais de 10 mil produtores de café por ano.

O CEO da Nestlé, Paul Bulcke, informou no comunicado que a criação de valor compartilhado é parte integral da estratégia de negócio da empresa. Segundo ele, para uma empresa ter sucesso no longo prazo precisa criar valores simultaneamente para seus acionistas e para as comunidades em que opera.

Tudo o que sabemos sobre:
NestléMéxicocafé

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.