Nippon Steel planeja alta de 10 a 20% nos preços, diz jornal

A Nippon Steel, segunda maior produtorade aço do mundo, planeja elevar os preços de chapas e placas deaço entre 10 e 20 por cento para repassar o alto custo damatéria-prima, publicou o jornal Nikkei nesta segunda-feira. A empresa planeja cobrar 20 mil ienes (190 dólares) a maispor tonelada de placa grossa, usada em navios e equipamentos degeração de energia, a partir de abril, e 10 a 20 mil ienes maispor chapa de aço usada em carros e outros bens, segundo ojornal. Uma fonte na indústria disse à Reuters na semana passadaque a produtora japonesa está planejando um aumento deaproximadamente 15 mil ienes por tonelada para cobrir o custocrescente do minério de ferro, carvão e outras despesas comofrete. Os custos crescentes forçaram a também japonesa JFEHoldings, terceira maior produtora mundial de aço, a reduzirsua previsão anual de lucro em 7 por cento este mês. A NipponSteel, que vendeu 32 milhões de toneladas de aço no anopassado, registrou uma surpreendente queda de 11 por cento emseu lucro trimestral. As negociações de preços entre siderúrgicas e mineradoras,como a BHP Billiton e Vale, têm se prolongado. Uma companhia detransporte de Tóquio afirmou que as usinas japonesas esperamque as negociações continuem até março, quando devemestabelecer preços para clientes de aço como Toyota Motor eMitsubishi Heavy Industries.

REUTERS

11 de fevereiro de 2008 | 11h04

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIANIPPONPRECO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.