Nippon Steel prevê queda de 89% no lucro do 1o semestre

A Nippon Steel, maior fabricante de aço do Japão, prevê uma queda de 89 por cento no lucro do primeiro semestre, maior que a retração que o mercado estimava, tendo em vista que a fraca economia mundial prejudica a demanda do metal usado nas indústrias de automóveis e construção.

Reuters

30 de julho de 2012 | 11h49

A siderúrgica, que se tornou a segunda maior do mundo após a união em outubro com a Sumitomo Metal Industries, espera um lucro antes de impostos e itens extraordinários de 10 bilhões de ienes (127,18 milhões de dólares) para os seis meses até 30 de setembro, queda ante os 94,2 bilhões de ienes de um ano antes.

O mercado esperava 52,7 bilhões de ienes, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Siderúrgicas globais, como a líder mundial ArcelorMittal, estão sofrendo com a menor demanda causada pelo crise de dívida na Europa e menor ritmo de expansão na China, a maior consumidora mundial. A valorização do iene e a menor demanda no Japão também prejudicaram as siderúgicas do país.

(Por Yuko Inoue)

Tudo o que sabemos sobre:
SIDERURGIANSTEELPREVISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.